Ciclo de Seminários “O Mais ou o Menos” – O espaço público de Cultura nas Autarquias Locais

Ciclo de Seminários “O Mais ou o Menos” – O espaço público de Cultura nas Autarquias Locais
Local: Casa de Serralves, Porto

Comissário: Jorge Barreto Xavier
Organização: Fundação de Serralves, em colaboração com o Centro de Estudos de Formação Autárquica (CEFA)

No crescimento do “lugar político” da Cultura, é fundamental apostar na qualificação das equipas decisoras e de gestão nos municípios. A área da Cultura é uma das que maior crescimento terá na Europa durante os próximos anos, em termos económicos e de empregabilidade. Independentemente da dimensão da autarquia, é preciso planear, intervir, avaliar, e tal não releva da dimensão mas da exigência.

É perceptível a importância transversal das políticas culturais: influem, por vezes de forma decisiva, na comunicação, no tipo de visitantes do Município, na fixação de populações, na criação de novas exigências e padrões, na criação de serviços e indústria, nas perspectivas de gestão do edificado e da paisagem, nas dinâmicas educacionais e nos tempos livres. É por isso que a construção do espaço público de Cultura nas Autarquias Locais pode ser um “mais” – corresponder a um elemento de incremento de qualidade e de quantidade, ou um “menos” – revelar, negativamente, decisões que em vez de contribuir para a qualificação e crescimento, promovem a estagnação ou a involução. Uma resposta mais qualificada aos desafios colocados a nível municipal na área da Cultura economiza recursos, potencia meios, desenvolve as competências das populações, promove a afluência de visitantes, aumenta a exposição pública do espaço do município como espaço físico mas também simbólico, contribuindo de forma sustentada para a afirmação de sentidos de pertença, numa sociedade onde vigoram as pertenças múltiplas, mas que procuram âncoras e pontos de referência.

Objectivos: Este Programa de Seminários resulta de uma iniciativa da Fundação de Serralves em parceria com o Centro de Estudos e Formação Autárquica, na perspectiva de contribuir para a qualificação das Autarquias Locais no domínio da Cultura, bem como de ampliar o número de agentes da sociedade civil com competências neste âmbito.

Destinatários: Presidentes de Câmara/Vereadores com o Pelouro da Cultura; outros Vereadores, com ou sem pelouro, interessados em aprofundar o seu conhecimento das políticas culturais autárquicas; Directores Municipais, Directores de Departamento, Directores de Serviço ou similares (empresas municipais) e técnicos superiores; Cidadãos empenhados nos processos de política cultural a nível local.

Método: Realização de um conjunto de seminários temáticos, cada um com dois dias de duração. O primeiro dia será ocupado por um conjunto de conferências de especialistas nacionais e estrangeiros versando vários aspectos do tema em debate, usando casos de diferente abrangência. O segundo dia será ocupado pelo desenvolvimento de casos de estudo em grupos de trabalho, que apresentarão comentários para os casos estudados, seguindo-se uma análise das diversas perspectivas.

11 e 12 de Setembro de 2008: « FESTIVAIS, BIENAIS, EVENTOS – SOBREVIVER AO ENTUSIASMO INICIAL »
O que é um Festival? O que é uma Bienal? Como funcionam as capitais da Cultura? Os conceitos, os empreendimentos, a gestão e a programação. A adequação às necessidades locais e as interacções. Gestores, artistas, técnicos e públicos. Todos são importantes, todos têm lugar, cada um exige um olhar. A gestão: municipal directa, empresa municipal, inter-municipal, gestão privada? Os equilíbrios financeiros e o orçamento municipal.

António Pires de Lima – Presidente da UNICER
João Garcia Miguel – Director do Curso de Teatro da ESAD
Joaquim Benite – Director do Festival de Almada
José Rui Martins – Director Artístico, ACERT (Tondela)
Luis Montez – Promotor do Festival Super Bock Super Rock
Nicholas Kenyon – Director do Barbican Center (Londres)
Philippe Grombeer – Director do Théâtre des Doms (Avignon)
Robert Palmer – Director da Direcção de Cultura e Património Cultural e Natural do Conselho da Europa (a confirmar)

13 e 14 Out 2008: A SUSTENTABILIDADE DA POLÍTICA CULTURAL NOS MUNICÍPIOS
Orçamento próprio. Fundos e Programas europeus. Mecenato, sponsoring e filantropia. O estabelecimento de prioridades de intervenção. A criação de uma consciência para lá do ciclo eleitoral. As parcerias público/público. As parcerias público/privadas. Diversos modelos de sustentabilidade. A sobrevivência para lá do financiamento: a troca de serviços, a partilha de instalações e equipamentos. Os mecanismos de voluntariado. O exemplo de Tavira. O exemplo do Museu de Arte Contemporânea de Elvas.

Catarina Vaz Pinto – Consultora, Gestora Cultural
Helena Azevedo – Gestora do Programa Operacional Valorização do Território
Horácio Roque – Presidente do BANIF
João Lima Pinharanda – Director de Programação do Museu de Arte Contemporânea de Elvas, Consultor da EDP
Joan Jeffri – Directora do Arts Management Program da Columbia University (Nova Iorque)
José Macário Correia – Presidente da Câmara Municipal de Tavira
José Manuel Pinto Leite – Coordenador do Programa Polis
Luís Santos Ferro – Consultor, Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento
Marcelo Gouveia e Paulo Carretas – Coordenação do Programa Território Artes do Ministério da Cultura
Rod Fisher – Director da Intelligence on Culture (Londres)

Mais informações:
Fundação de Serralves
Serviço Educativo
Rua D. João de Castro, 210 – 4150-417 Porto
Tel.: 22 615 65 00
Diana Cruz (d.cruz@serralves.pt)
http://www.serralves.pt
Centro de Estudos de Formação Autárquica (CEFA)
Rua do Brasil, 131
3030-175 Coimbra
Tel.: 239 796 500
Sílvia Valente (silvia.valente@mail.cefa.pt)
Sofia Aparício (sofia.aparicio@mail.cefa.pt)

Publicités

Étiquettes : ,

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s


%d blogueurs aiment cette page :