Tese de Mestrado: « Os Museus e a Web 2.0: os sítios Web dos museus portugueses »

Os Museus e a Web 2.0: os sítios Web dos museus portugueses
Autora: Alexandra Raquel Fernandes Pedro
Orientação: Prof. Doutor Leonel Duarte dos Santos
Tese de Mestrado em Ciência da Informação – Universidade do Minho, Departamento de Sistemas de Informação
Ano: 2009 (Março)

Resumo:

Na actual sociedade da informação, a Internet tem-se afirmado enquanto ferramenta de comunicação e fonte de informação, tornando importante que as mais variadas instituições marquem presença neste mundo digital online. Neste contexto, as ferramentas da Web 2.0 têm merecido destaque, pois vieram dar ao utilizador um papel mais participativo. Também os museus têm vindo a adoptar estas ferramentas na sua relação com os públicos, sendo importante o conhecimento da realidade nacional. Assim, o presente trabalho de investigação teve por objectivos a determinação tanto dos conteúdos disponibilizados pelos museus portugueses nos seus sítios Web, como das ferramentas da Web 2. O que estes utilizam no desenvolvimento das suas actividades. Neste sentido, foi elaborada uma grelha de análise mediante a qual foram analisados 72 sítios Web de museus pertencentes à Rede Portuguesa de Museus. Esta grelha de análise integra três dimensões: identificação do museu, caracterização geral de conteúdos, ferramentas Web2.0. No que respeita aos conteúdos disponibilizados nos sítios Web de museus analisados, pudemos concluir que estes oferecem sobretudo informação logística, de apresentação do museu, sobre colecções, exposições físicas e trabalho do serviço educativo, sendo a forma de comunicação privilegiada em termos de Internet a que é realizada via correio electrónico. Em relação à Web 2. O e à utilização das suas ferramentas por parte dos museus nacionais analisados, pudemos averiguar que esta está, ainda, numa fase inicial. A ferramenta mais usada é o blogue. Foram, também, identificados projectos pioneiros ao nível dos wikis, Licenças Creative Commons, Youtube, Flickr e redes sociais online. Com vista à identificação de boas práticas internacionais ao nível do uso das aplicações e serviços da Web 2.0 foram estudados 20 sítios Web de museus estrangeiros e aplicada a grelha de análise apenas na dimensão respeitante às ferramentas da Web 2.0, tendo sido seleccionados os 5 melhores para análise detalhada neste trabalho. Entre estes destaca-se o Brooklyn Museum. Os serviços e aplicações da Web 2. O podem constituir instrumentos de trabalho muito positivos para a actividade museológica nacional, ajudando os museus a cumprirem as suas funções e objectivos e a aproximarem-se dos mais variados públicos não só onsite mas sobretudo online.

Abstract

In the current information society, the Web is an important communication tool and information source, making it essential to institutions to keep up with this digital and online world. In this context, the Web 2.0 tools deserve to be notice because they allow users to be more participative online. Museums have been using these tools making it important to know the national reality. This investigation work has as main objectives the determination of both the content made available by Portuguese museums on their Web sites and the Web 2.0 tools they use in the development of their activities. In order to achieve these objectives, an analysis grid was elaborated and 72 museum Web sites from the Rede Portuguesa de Museus were analyzed. This analysis grid contains three dimensions: museum identification, general characterization of the contents and Web 2.0 tools. In what concerns the content made available in the museum Web sites analyzed, we were able to conclude that museums offer logistic information, information that introduces the museum, information about collections, physical exhibitions and education services in general. The e-mail is the privileged way of communicating on the web. Regarding Web 2.0 tools and their use by the national museums analyzed, we were able to conclude that this practice is only in an early stage and the first steps are now being taken. The most used tool is the blog. Pioneers projects were also identified namely wikis, Creative Commons Licenses, Youtube, Flickr and online social networks. In order to identify best international practices regarding the use of Web 2.0 applications and services, we analyzed 20 foreign museum Web sites to which we applied the analysis grid only in the dimension concerning Web 2.0 tools. We then selected the top 5 museums to describe in detail. Among these top 5 museums we must point out the Brooklyn Museum. The Web 2.0 services and applications may constitute positive work instruments to the national museological activity, helping museums to fulfill their functions and goals and to get close to various publics onsite but mostly online.

Publicités

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s


%d blogueurs aiment cette page :