Brent Glass em Lisboa

Brent Glass, auditório do MNAA, 23 Fev. 2011

Brent Glass, director do Museu Nacional de História Americana, um dos museus que pertencem à Smithsonian Institution (EUA) passou pelo Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa, depois de ter dado palestras em Coimbra e no Porto. Segue-se a Madeira e os Açores.

A Smithsonian Institution é um dos maiores complexos museológicos do mundo e agrega 19 museus e vários centros de ciência. Nasce da filantropia do séc. XIX e é hoje um dos centros museológicos mais visitados. No cômputo geral são milhões de visitantes por ano, só o Museu de História são cerca de 4 milhões. Trata-se de uma escala completamente diferente da nossa, e com algumas especificidades culturais, mas na essência os princípios do trabalho em museus são os mesmos. Se digo isto é porque a palestra de Brent Glass, para a qual tinha muitas expectativas, não me surpreendeu. Na verdade não trouxe grandes novidades, falou-se dos princípios base da gestão de museus que qualquer manual foca, de algumas das tendências e exemplos. Curiosamente, Glass referia-se à crise económica no passado. Talvez aquilo que gostaria de ter ouvido de Glass seria quais as estratégias museológicas desenvolvidas para combater a crise ou ou « pós crise » e se de alguma forma a conjuntura ecomómica teve consequências concretas na forma de gerir do museu, não apenas no aspecto financeiro, mas do ponto de vista mais global. De qualquer forma foi um privilégio ouvir Brent Glass.

Publicités

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s


%d blogueurs aiment cette page :