Tese de doutoramento: « Casa MUSS-AMB-IKE – O Compromisso no processo museológico »

Casa MUSS-AMB-IKE – O Compromisso no processo museológico
Autor: Pedro Pereira Leite
Orientação: Judite Primo
Provas no âmbito de doutoramento em museologia da Universidade Lusófona
Ano: Janeiro 2011

Resumo:

A Casa de Muss-amb-ike é uma investigação em sociomuseologia com base na mobilização das memórias sociais da Ilha de Moçambique para a construção dum processo museológico. Apresentamos aqui uma proposta de operação sobre a sociomnese, através de metodologias participação da comunidade, para construir uma reflexão crítica sobre a ação de futuro. Este trânsito constitui a base da nossa proposta de processo museológico e constitui o nosso compromisso com a ação museológica na criação duma Cartografia das Heranças como expressão da vontade de futuro na comunidade.

A aplicação do modelo de análise da sociomnese decorre da validação das metodologias de conscientização aplicadas em processos sociomuseológicos. A aplicação desta metodologia em contexto museológico permitiu identificar as memórias sócias ativas e mobiliza-las para a criação duma ação museológica em contexto de participação da comunidade. O processo museológico produz objetos mnemónicos socialmente qualificados, sobre os quais se exerce uma operação de preservação e que são devolvidos à comunidade através de processos extroversão como resultado da interação dos membros dessa comunidade em contexto de ação museológica

A tese -se constitui-se como uma proposta de aplicação duma metodologia de ação sociomuseológica aplicadas em comunidades híbridas envolvidas em processos de intensa resiliência mnemónica. A ação sociomuseológica aplica através da metodologia da conscientização um conjunto de instrumentos que permite ativar as operações de salvaguarda e comunicação sobre objetos socialmente qualificados e mobiliza-los para ações partilhadas de construção do futuro. A metodologia da conscientização museológica analisa ainda as condições de aplicação no processo museológico das ações performativas como ações de produção de memória e heranças.

A tese analisa igualmente a constituição da memória social da Ilha de Moçambique como um mito do luso tropicalismo e a sua reconversão num mito de modernidade. Concluímos que a memória social da Ilha de Moçambique é uma memória híbrida e que essa memória pode ser incorporada nos processos de construção do futuro através da participação da comunidade. A proposta de processo museológico inclui uma reflexão sobre o modelo organizacional do processo museológico e uma proposta de conceito estruturante para o seu desenvolvimento.

Publicités

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s


%d blogueurs aiment cette page :